O limão congelado poderia combater os tumores malignos

O limão é um ingrediente repleto de benefícios para a nossa saúde e quando congelado pode ajudar a combater tumores malignos. Saiba mais logo a abaixo!

O limão é um dos alimentos mais famosos e utilizados no mundo inteiro, principalmente por ser muito versátil e ter altos poderes medicinais.

Há séculos seu suco é presente em diversas receitas e remédios, pois seu sabor particular possui muitos nutrientes e antioxidantes essenciais para garantir o bom funcionamento do nosso organismo.

Estudos comprovaram que ele tem a capacidade de desintoxicar o organismo contribuindo para o funcionamento dos órgãos purificadores. Fora isso, o limão ajuda a fortalecer o sistema imunológico e freia a ação dos radicais livres prevenindo o surgimento de doenças.

A questão que a maioria das pessoas não sabem que a maior parte dos nutrientes do limão está em sua casca que sempre é descartada.

É nela que está a maior concentração de compostos antioxidantes e óleos essenciais que podem ser altamente benéficos para o tratamento contra o câncer.

Terapia anticancerígena do limão congelado

Durante anos o limão foi famoso por suas propriedade antivirais e antibióticas que são capazes de frear as ações dos diversos micro-organismos que causam doenças e infecções ao atacar nosso organismo.

Também se sabe que além de atuar como um tratamento natural muito eficaz contra os parasitas e vermes internos, é ótimo para a pressão alta e transtornos nervosos.

O que não se sabia é que ele possui efeitos anticancerígenos que complementam os tratamentos de diferentes doenças, tendo impacto mais positivo que a quimioterapia. Confira a seguir as razões desses benefícios.

O alto poder medicinal do extrato de limão tem ação contra as células cancerígenas, sendo capaz de destruí-las sem alterar as células consideradas normais, diferente da quimioterapia.

Suas propriedades alcalinas alteram o ambiente para câncer, impedindo que se aumente no organismo.

Investigações puderam concluir que os componentes chamados de “limonoides” presentes em grandes quantidades e são responsáveis por dar o poder anticancerígeno, principalmente contra as células que causam o câncer de mama.

Afirmaram que o cítrico é até 10 mil vezes mais eficaz que a adriamicina, uma substância usada no mundo todo como tratamento quimiterápico para acabar com o desenvolvimento do câncer.

O melhor é que, o extrato da fruta não danifica as células boas, tornando mais seguro.

  • Os “limonoides” também atuam positivamente nos tratamentos de:
  • Câncer de cólon;
  • Câncer de fígado;
  • Leucemia;
  • Câncer de próstata;
  • Câncer de pâncreas;
  • Neuroblastoma.

O remédio: um limão inteiro, congelado e ralado

Para aproveitar as propriedades anticancerígenas do limão é preciso utilizá-lo sem extrair a casca e o suco.

A melhor forma de ingeri-lo é ralando e congelando as raspas.

  • Lave e desinfete o limão utilizando água e bicarbonato de sódio ou vinagre de maçã (como preferir). É fundamental lavar bem o alimento.
  • Assim que estiver limpo coloque-o no congelador e deixe até ficar duro.
  • Depois rale com um ralador até obter o pó da casca e polpa congeladas.
  • O pó do limão pode ser usado em diferentes pratos, sucos e bebidas.

Este remédio tem os mesmos efeitos que tomar o suco de limão?

A resposta é não. O suco de limão possui poderosas propriedades muito importantes para muitos campos de nossa saúde. No entanto, para combater o câncer é necessário usar sua casca.

É na casca do limão que está a maior parte dos limonoides e demais antioxidantes, responsáveis por reduzirem e eliminarem os tumores malignos.

Estima-se que o limão contenha 22 agentes anticancerígenos entre eles:

  • Limonina;
  • Pectina cítrica.
  • Glicosídeos flavonoides;
  • Vitamina C.

Quão efetivo pode ser este remédio contra o câncer?

Um limão inteiro pode reduzir alguns tipos de cãncer em até 50% dependendo do seu nível.

Para prevenir o grave problema, é recomendado ingerir no mínimo 150 gramas semanais de cítricos.

 

Leave a Reply