Gordura visceral e periférica: saiba como combatê-las

Nosso corpo armazena a gordura visceral e periférica, porém se quisermos eliminá-las é necessário realizarmos diversas mudanças em nossa rotina. Verifique!

A maioria das pessoas se referem a gordura da mesma forma e esquecem que há diferenças entre elas. Para a nossa saúde é fundamental saber a diferença entre elas, seus riscos, consequências e formas de preveni-las.

Hoje iremos falar sobre a gordura visceral e periférica que apesar de ambas serem gorduras e prejudiciais à saúde elas são diferentes mas aumentam os riscos de doenças e complicações.

Para termos uma vida mais saudável, livre de riscos de saúde, iremos falar sobre como combater a gordura e prevenir seu acúmulo, eliminando os depósitos que temos em nosso corpo.

A gordura visceral

A gordura visceral é a mais prejudicial à saúde e atinge grande parte das pessoas atualmente.

Se trata de uma gordura profunda que se localiza em volta dos órgãos internos como o intestino, fígado e estômago. Por estar próxima aos órgãos ela costuma a se acumular principalmente na região do abdômen. Sendo assim, se notou sua barriga maior nos últimos tempos, saiba que possui estoques de gordura visceral nesta região do corpo.

Os homens costumam ter mais facilidade para acumulá-la, por isso, atinge mais homens que mulheres.

Essa gordura é extremamente ativa e libera diversas substâncias tóxicas altamente prejudiciais na correte sanguínea.

A gordura visceral é capaz de causar problemas digestivos e inflamações. Além de estar relacionada com reações emocionais, como ansiedade e estresse.

Em estudos realizados recentemente, mostra que a gordura visceral aumenta as chances de desenvolver doenças cardiovasculares, derrames, demência e ataques cardíacos, pois ela afeta a resistência do corpo à insulina, aumentando os riscos de diabetes.

Por tudo isso, modificar sua rotina e incluir hábitos saudáveis e fundamental para eliminar a gordural visceral e proteger sua saúde.

A gordura periférica

Quando comparada com a gordura visceral, a gordura periférica passa a ser considerada menos perigosa pela ciência. No entanto, ela também é altamente prejudicial e seu acúmulo no organismo deve ser o máximo evitado para que nossa saúde não corra riscos.

Os homens acumulam a gordura visceral com mais facilidade que as mulheres. Já a gordura periférica as mulheres têm mais facilidade de acumular seus depósitos de gorduras nas pernas, glúteos e coxas, principalmente as mulheres com o corpo em formato “pera”.

Esse tipo de gordura não apresenta sintomas claros de que está afetando gravemente a nossa saúde. Por isso, realizar consultas periódicas é fundamental para diagnosticar precocemente qualquer problema de saúde.

O que a gordura periférica pode causar é dormência e câimbras nos membros inferiores devido o excesso de peso. Se notar a frequência desses sintomas é um sinal que a gordura periférica se acumulou nas artérias e está causando problemas graves.

Para ajudar a eliminar o problema é necessário realizar exercícios físicos.

Como combater a gordura visceral e a periférica?

Antes de nos preocuparmos com a estética, é fundamental nos preocuparmos com a saúde. Abaixo iremos descrever hábitos que devem fazer parte do nosso dia a dia, principalmente para conquistarmos uma saúde livre de riscos e com alta qualidade de vida.

Infelizmente para eliminar a gordura visceral e periférica não há milagres. Mas, com esforço é possível eliminá-las aos poucos.

Alimentação

A alimentação é a grande responsável pelo bom funcionamento do nosso corpo. Adotar hábitos alimentares balanceados e equilibrados é muito importante para prevenir doenças e tratar futuros problemas.

A dieta rica em frutas, verduras, grãos integrais e proteínas magras contribui com o controle do peso e nos proporciona diversas vitaminas e minerais que contribuem e são indispensáveis para a nossa saúde.

É importante lembrar de não exagerar em nenhuma refeição, é preciso realizar de 5 a 6 refeições ao longo do dia, sempre com alimentos saudáveis.

Outra maneira importante de contribuir com o bom funcionamento e saúde é manter o corpo sempre hidratado, ingerindo 2 litros de água por dia, ajudando a eliminar o sal e prevenindo da retenção de líquidos.

Elimine produtos industrializados, farinhas refinadas, açúcares, doces e refrigerantes.

As gorduras devem ser cortadas totalmente da dieta. Opte pelas gorduras saudáveis como abacate, aziete de oliva, nozes, amêndoas, salmão, atum e outras, que são importantes para nossa saúde.

Não consuma as gorduras saturadas, elas são realmente prejudiciais à saúde.

Atividade física

A melhor forma de perder calorias e queimar gordura é através dos exercícios físicos. Não há necessidade de exagerar, mas os exercícios físicos contribuem para o funcionamento do corpo e evita o sedentarismo que nos tras tantas doenças.

Para eliminar a gordura visceral  e periférica é importante escolher uma atividade física que goste e que consiga praticar constantemente, no mínimo três vezes por semana.

A atividade física irá manter seu coração ativo, com batimentos cardíacos apropriados, favorecendo a circulação sanguínea e evitando futuros problemas de coração e cardiovasculares.

Se introduzir esses simples hábitos à sua rotina, irá poder notar os resultados e a melhora em sua saúde.

Se esforçar vale muito a pena para ter mais qualidade de vida e proteger sua saúde de futuros problemas.

Leave a Reply