Aprenda a detectar a tempo os sinais de uma apendicite

Apesar dos seus primeiros sintomas poderem ser confundidos com outros problemas mais simples, é fundamental ficarmos atentos e saber identificar os sintomas da apendicite para solucionarmos a tempo, antes que se torna algo mais grave como a peritonite.

Mesmo sendo uma doença conhecida entre as pessoas, os sintomas da apendicite e como se deve agir ainda são desconhecidos pela maioria. É muito importante agir logo quando se nota que desenvolveu esta infecção.

O que é a apendicite

A apendicite se trata de uma infecção no apêndice que é um tubo pequeno localizado logo no início do intestino grosso, ou seja, no fundo do abdômen. Por muitos anos a função do apêndice foi desconhecida. Sendo considerado apenas uma forma de causar danos, resultando na apendicite.

No entanto, com o passar do tempo pesquisas e estudos confirmaram que o apêndice possui função no sistema imunológico do organismo, pois faz parte do sistema linfático.

A apendicite se trata da inflamação do apêndice e pode ser originada por diversos fatores, mas a causa correta ainda é desconhecida. Entretanto, acredita-se que ela é o resultado de uma obstrução podendo ser causada pela presença de algum corpo estranho que se encontra no corpo (bactéria) ou pela presença de fezes.

A apendicite não tratado com eficiência e rapidez resulta na peritonite, que é a evolução do problema em um quadro muito mais grave, correndo o risco de ser fatal. Sendo assim, atenção e agilidade ao notar indícios do problema é essencial.

Sintomas comuns da apendicite

Confiram abaixo os principais sintomas da apendicite.

Dor abdominal

Um dos principais sintomas da apendicite é a dor abdominal. No entanto, ela não é o único sintoma da apendicite, por isso é importante ficar atendo aos demais sintomas que mencionaremos a seguir.

A dor abdominal da apendicite costuma iniciar na região do umbigo, podendo ser sentida na parte inferior direita do abdômen. Ela costuma começar leve e aumentar a intensidade da dor principalmente ao movimentar as pernas, tossir e espirrar.

Pacientes que tiveram o problema afirmam que a dor é tão intensa que causa bastante dificuldade em qualquer movimento, principalmente manter o corpo ereto e andar.

Abdômen sensível

As dores no abdômen são comuns e a sensibilidade da região também. Pressione a região com os dedos se sentir o aumento da dor ao retirar a pressão é um sinal que a dor abdominal pode ser apendicite.

Não faça esse procedimento várias vezes, realizar uma vez e notar procure um médico o mais rápido possível.

Febre e calafrios

Assim como toda inflamação a apendicite também apresenta calafrios, tremedeiras e febre. Caso note que sua temperatura está por volta dos 39 graus e a dor intensa permanece, não hesite em procurar um médico, pois possivelmente é um caso de apendicite.

Vômitos e náusea

Esse sintoma não costuma ser intenso, mas é possível notar náuseas leves e constantes que podem ser acompanhadas de vômitos em muitos dos casos.
Caso essas sensações de náuseas e vomites não desapareçam em no máximo dois dias, procure um médico. Principalmente se estiver presente a dor abdominal também.

Perda de apetite

A redução do apetite e a dificuldade em ingerir os alimentos podem ser um sinal de apendicite, principalmente se acompanhar demais sintomas citados acima.

Prisão de ventre ou diarreia

Como a apendicite se trata da inflamação do apêndice, é possível afetar o processo de evacuação. Nas fases iniciais os efeitos costumam ser mais leves, mas é preciso prestar atenção, pois é um indicador do problema. É possível ocorrer tanto prisão de ventre, quanto diarréias.

Gases e inchaço abdominal

Esse o sintoma menos comum. No entanto, se notado junto aos demais sintomas que descrevemos é possível que seja um caso de apendicite.

Inchaço abdominal e gases são comuns após refeições fartas, principalmente depois de ingerir determinados alimentos. Mas, se notar esses sintomas com freqüência e sem motivo, inclusive se intensificar procure um médico.

Leave a Reply